skip to Main Content
Um Dia De Cada Vez

Um dia de cada vez

Seis meses depois, a oficina de HAYÔ encontrou um novo canto, no centro da Vila de Arraial d’Ajuda (Bahia).

Na entrada, um mosaico de cores e sabores. Depois a escada, de madeira é claro, pra nos lembrar que a vida é assim: um pé, depois o outro.
Escada

O espaço é amplo e a bagunça, típica de uma oficina mesmo quando pilotada por um alemão (alemão?). Dos fundos chega luz intensa; da sacada da frente, entre um gato e outro, a intensidade do Flamboyant e da rua sobe o cheiro do Flor da Terra. É a dona Sena preparando o PF que a gente divide no meio do dia.

Display

Em uma das mesas preparadas pelo engenheiro/marceneiro, fica o Junior. Com 19 anos, tem apenas 2 que recebeu autorização da mãe, Jaciara, pra tocar a vida fora da Terra Indígena Barra Velha (Caraíva). Mais pontual que um alemão, Junior tem a habiilidade manual característica dos Pataxós, conhecidos por sua arte. Às vezes ele parece enxergar com as pontas dos dedos… E porque pretende estudar algo relecionado à computação, passa algum tempo se familiarizando com o computador.
Junior_01

 

Entre tantos, o maior dos nossos aprendizados: viver um dia em cada detalhe, depois, o outro.

P.S. – tá passando por perto? Vem ver a gente. Não haverá alegria maior!

Placa

Hayô

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back To Top